Futuro pós-pandemia pede novos rumos



Notícias atualizadas sobre o novo coronavírus chegam a cada instante; o momento exige adaptação e reinvenção o tempo todo. E a crise não está preocupando apenas as autoridades de saúde como também economistas e empresários em todo o mundo, afinal, o cenário atual se torna cada vez mais desafiador também para os negócios.

Muitos são os sentimentos que passam (e nos transformam) agora. Um impacto que afeta a saúde física e emocional das pessoas e, ao mesmo tempo, coloca as empresas contra a parede para a criação de novos modelos de negócios e por um posicionamento de velocidade e humanização na comunicação.

Não tem "zona de conforto" para ninguém, em nenhum segmento e em lugar nenhum do planeta. Tomar decisões rápidas é o caminho. A transformação deve ser com a agilidade de uma startup - onde errar é permitido, mas corrigir deve ser imediato. A perspectiva dos novos tempos é de que juntos seremos mais fortes. A economia colaborativa é vital neste momento: precisamos trabalhar com mais parcerias, pois fazemos parte de um ecossistema e toda a cadeia produtiva foi impactada. Cooperação é o imperativo para frear esse impacto, e cada um precisa fazer a sua parte.

Temos que ser mais assertivos nas estratégias de comunicação, nos organizarmos de forma mais solidária para podermos ver (e principalmente realizar) as mudanças de que necessitamos. Os consumidores exigem essa comunicação mais humanizada. Terá sucesso quem conseguir conciliar tecnologia e atendimento humano. Precisamos, então, repensar nosso jeito de trabalhar com a transformação na relação das marcas e seus públicos e essa explosão do consumo de conteúdo digital.

Este é um momento de virada. Devemos repensar em um cenário mais colaborativo para as relações sociais e comerciais no mundo pós Covid-19, realizando ações que valorizem o ser humano, o meio ambiente e a sociedade. Quem não se contextualizar nesse momento tem grandes chances de enfrentar uma crise muito maior do que a que já nos encontramos.


Fabiana Schaeffer Co-fundadora da Netza & CCO da Circle Aceleradora


ESPAÇO DE

OPINIÃO