pétalas2.png
pétalas.png

ESPAÇO DE

OPINIÃO

O Supermercado do Futuro é algo longínquo ou já ao virar da esquina?!


Comecei a desenvolver este tópico do Supermercado do Futuro, há alguns anos atrás durante a minha tese e nunca imaginei que surgiria uma pandemia global e que em menos de 1 ano, impulsionasse uma tendência que já tinha um ritmo galopante de desenvolvimento.


Uma nova era digital, uma transformação profunda de hábitos e de formas de consumo, foi um dos elementos que a pandemia nos brindou! O Retalho tradicional teve que rapidamente se transformar e acelerar os processos que tinha em desenvolvimento. E quem não tinha criou-os!


O que vêm por aí?


Para o novo consumidor, o supermercado do futuro prende-se principalmente na utilização das tecnologias digitais na simplificação do seu processo de compra, baseando-se na credibilidade da loja associada à garantia de privacidade, obtendo assim na sua visita à loja clareza de informação do produto, descoberta de novos produtos e sustentabilidade, garantindo a existência de um espaço multifuncional.


O retalho deverá proceder e implementar uma transformação tecnológica e digital: sejam elas as APP’s ,os beacons, promoções dirigidas, QrCode e ou displays com informação , sugestão de produto/preparação, ou social reviews, os Automated check out, de modo a simplificar o processo de compra do novo consumidor, aliando o mesmo à utilização do mobile e promovendo a clareza na origem e informações dos produtos, cada vez mais solicitada pelo consumidor. Esta transformação deverá ser desenvolvida no conceito Omnichannel integrado, entre o online e o físico, mas para tal é fundamental, desenvolver a rapidez de entrega, reduzindo as fricções ou atritos logísticas. A pandemia já nos deu, um grande estágio neste sentido!


A existência do retalho brick and mortar, não irá desaparecer mas sim renascer e a experiência dentro de loja será fundamental, para atrair e fidelizar consumidores, trazendo para dentro de loja consumer experiences atrativas, utilizando para tal tecnologias sensoriais e realidade Virtual ou Aumentada. Claramente o desenvolvimento da tecnologia 5G, trará um auxílio muito grande na criação e implementação destas tecnologias. A capacidade humana deve também ser adaptada às novas tecnologias, de modo a não criar fricção, e o desenvolvimento de um mindset consumer oriented dentro da organização, a qual é naturalmente um esforço titânico.


Acredito que todo este processo em Portugal, foi claramente acelerado nos vários intervenientes do retalho tradicional, e acredito que teremos novidades para breve!

Vamos aguardando!



Patrícia Coelho Marketing Director e International Product Development, Artsana


Presidente Júri na Categoria de Briefing Aberto